Menu

O quarto


A minha primeira noite no hospital foi simplesmente horrível!

Tirando a dor que aumenta conforme a anestesia diminui, a minha cabeça não parava de trabalhar. A consequência disso foi que eu não consegui dormir. O Léo dormiu a noite toda naquele bercinho de plástico, com uma roupinha de hospital.

Eu não parava de pensar. O que aconteceu?Como e por quê?Quando eu conseguia tirar raros cochilos, meu subconsciente me recordava e até dormindo eu questionava. Juro que deu vontade de me beliscar para ver se tudo aquilo era real. Há mas era sim! Meu corpo e meu coração estavam em sintonia com a dor!

Sei que em um momento de distração, olhei para o meu lado e vi uma moça com os cabelos desgrenhados, e sem o seu bercinho do lado. Estranhei, a curiosidade bateu... Mas independente de que horas fosse naquele momento não era hora de eu ficar bisbilhotando a vida dos outros.

O dia amanheceu rápido, talvez por eu não ter dormido nada. Foi aí que olhei para o meu filho de verdade pela primeira vez. O peguei no colo,tirei a roupinha de hospital... E vi que nada daquilo iria abalar a minha felicidade!!!

Meu filho tão querido, tão esperado por todos nós estava ali. Lindo, vermelhinho e cheio de saúde! Seu bracinho seria apenas um detalhe que com certeza iríamos aprender a conviver.

Decidi a partir daquele momento que seria forte. Que existem SIM problemas maiores do que esse.

Lembrei-me que um dia antes do nascimento dele eu assisti ao Caldeirão do Huck e me admirei com uma passista de escola de samba, que sambava sem uma perna!

Ela usava uma muleta e irradiava felicidade!!

Decidi ser forte por mim, pelo meu filho, pelos meus filhos, pela minha família.

Sei que com a minha força,todos ao meu redor iriam encarar a tudo isso com admiração de nos ver com a cabeça erguida e que ninguém iria nos achar dignos de pena. Tudo naquele momento dependeria da minha reação.

Convivi nesses três dias com enfermeiras solidárias, médicos atenciosos, colegas de quarto especiais.

Agradeço muito a uma enfermeira chamada Antônia (nome da minha mãe) que me confortou muito com doces palavras no momento que me abati, e a Dra.Cláudia que nos deu o encaminhamento para a AACD.

Agradeço a aquela moça que citei logo ali em cima por me emprestar uma roupinha da sua filha que estava na observação infantil. Tinha chegado a hora de dar banho nos bebês e minhas coisas ainda não tinham chegado. As visitas só começavam às dez da manhã e o primeiro banho era antes das oito!

Não me recordo o nome dela, mas sim da sua história. Em resumo, conversando com ela, perguntei por que a criança dela não estava ali. Ela me contou que não podia amamentar porque era dependente química. Usava de tudo das drogas mais simples como álcool, até as mais pesadas como o crack.

Uma psicóloga que foi conversar comigo durante a internação a usou como exemplo:

“-Filha. Deus tudo sabe. Imagina se essa criança viesse para essa mãe? Com que preparação psicológica ela iria cuidar desse bebê? Seu filho veio a vc´s porque Deus sabe que ele vai ser muito amado independente de qualquer coisa!”

Sei que quando ela pediu para ver o Léo, até ela se emocionou. “-E eu que usei de tudo na minha gestação, poderia ter minha filha assim”.

A filha dela? Era linda gorda e perfeita. Maior que o Léo! Talvez seja essa criança que lutou tanto para viver já dentro do útero que virá a cuidar da mãe dela futuramente.

Deus sabe o que faz.

(foto tirada no quarto da maternidade)

12 comentários:

PAULINHA SANTOS disse...

LINDA FAMÍLIA, ABENÇOADA POR DEUS E O LÉO É MAIS UM ANJO ENVIADO PELO SENHOR,AMO VCS!

valeria arantes disse...

realmente renata Deus sabe o que faz , desde que li sobre a garota usuaria de drogas fiquei imaginando o que seria dessa criança si tivesse nacido dela ,Deus deu ele a vc pq sabia que isso nao seria um obstáculo pra vcs , que o amariam e farian de tudo pra ele ter o melhor que uma criança pode ter .
parabens por ser uma mulher guerreira !!!!!!

Gessica disse...

Oi rê amei esse blog que vc fez,só quem esta por perto sabe como ele é tão lindo,sei que vc é uma mãe presente que jamais desampararia um filho por causa de qualquer coisa como vc me disse na maternidade lembra: Meu anjinho de assinha quebrada nunca vou esquecer essa frase mas enfim eu como sempre estou por perto vc podera sempre contar comigo tá,inclusive para dar banho rsrsrsrsrs nesse gotoso bjs fica com Deus. Gessica.

Iranise disse...

Ai amiga, lendo seu post, fico imaginando que daqui há 3 meses serei eu a ter essa noite pós cesária, confesso que da uma certa ansiedade, mas está tudo nas mãos do Senhor, pq meu primeiro parto foi normal e eu fiquei bem!
Realmente, Deus mandou este menininho pra vc, pq sabe que vc pode ama-lo e cuidar dele da melhor forma, Ele nunca nos da algo maior q nossa capacidade de fazê-lo e viva o Léo e a Rafaela!

Roberta disse...

Re muito linda sua historia, sua forca, seu carinho, seu amor!!!!!
Parabens prima!!!!!

Roberta Goncalves disse...

Re muito linda sua historia, sua força, seu carinho, seu amor!!!!!
Parabens prima!!!!!

Renata disse...

Muito obrigada a todos pelo carinho e incentivo!!!Estou tentando traduzir tudo o que aconteceu naqueles dias (se minha memória deixar)rs...Bjuusss.
E há Iranise nem me lembre da pós cesária ai como é horrível,kkkk.Mas vai dar tudo certo amiga,vc é forte e vai passar rapidinho vc vai ver!!!

Renata disse...

Obg Géssica não só pela visita e sim por todos os nossos momentos e companheirismo e apoio!!Vc não é só uma cunhada é sim uma grande amiga!!!

Marcela disse...

Faz tempo q keria te perguntar o q tinha acontecido, e assim vc criou o blog, e agora entendo...mas eh como vc falou, Deus sabe o q faz...e tenho ctz q o Leo será um otimo filho pq ele eh mto amado por vc e toda a familia...parabens mais uma vez fror...beijosss

Aline Gago disse...

Renata estamos juntas no recanto das mamães blogueiras. Lendo os seus posts me vi pensando que como o amor de mãe é incondicional, perfeito. E você com toda a sua garra, vai mostrar para o Léo que ele é muito amado e especial e que vai vencer os obstáculos da vida com dignidade, pois ele já é um vencedor por ter você como mãe!
Conte comigo sempre.
Beijinhos
Aline Gago
http://festascriativasbyalinegago.blogspot.com

Renata disse...

obrigada Flor já to te seguindo tbm viu!1Bjusss.

Renata disse...

Obg Géssica não só pela visita e sim por todos os nossos momentos de companheirismo e apoio!!
Vc não é só uma cunhada é sim uma grande amiga,minha irmãzinha que tanto adooooorooooooo!!!
Bjus Frô!!!

Postar um comentário

 

Day after Day... Copyright 2012 Designer By Alessandra Garcia